Deutsche Welle: Desarmamento da RENAMO não acontece antes das eleições de outubro

16.4.14 A opinião é do analista Egídio Vaz, depois de o Governo de Moçambique acusar a RENAMO de recusar desarmamento. Autoridades nacionais consideram que “a desmilitarização do movimento é fundamental para a paz no país”.

Zum Artikel

Deutsche Welle: Problemas no recenseamento em Moçambique

9.4.14 A Comissão Nacional de Eleições de Moçambique está preocupada com a fraca afluência do eleitorado ao recenseamento para as eleições gerais de 15 de outubro. Os moçambicanos não quererão votar? Ou as razões são outras?

Zum Artikel

Deutsche Welle: Governo e RENAMO criam mecanismo de observação do cessar-fogo

31.3.14 Em Moçambique, delegações do Governo e do maior partido da oposição criaram esta segunda-feira (31.03) um comando central para garantir a observação do cessar-fogo. Mecanismo vai ser supervisionado internacionalmente.

Zum Artikel

Deutsche Welle: RENAMO nega autoria do ataque ao comboio da Vale

3.4.14 Em Moçambique a RENAMO desmente alegações segundo as quais os seus homens teriam atacado uma locomotiva de mercadorias da empresa Vale Moçambique, transportando carvão para exportação através da linha de Sena.

Zum Artikel

Deutsche Welle: O grau de democracia no seio dos partidos moçambicanos

28.3.2014 O MDM nomeará este fim-de-semana o candidato à Presidência de Moçambique. A previsível escolha levanta a questão sobre a existência ou não de democracia interna neste e nos outros partidos moçambicanos.

Zum Artikel

Deutsche Welle: RENAMO promete ação contra Presidente moçambicano por causa de campanha eleitoral

26.3.2014 Na última semana, Armando Guebuza visitou o país usando dinheiro público, onde pediu apoio para o candidato do seu partido para as presidenciais. As críticas surgem em catadupa. A RENAMO promete uma ação.

Zum Artikel

Deutsche Welle: Em Moçambique supervisão do cessar-fogo ainda com algumas objeções

25.3.2014 RENAMO e Governo moçambicano concordam sobre participação da SADC na fiscalização do fim da crise político-militar. A RENAMO, porém, exige um grupo internacional mais alargado.

Zum Artikel